31 de janeiro de 2012

Bullying, quem nunca?


Definição da palavrinha pra quem ainda não sabe: Bullying é o ato de violência física ou psicológica, feitos intencionalmente e repetidamente pelo indivíduo provocador. A maioria dos atos de bullying acontecem na vida escolar da pessoa atingida, podendo prolongar-se e causar sérios tormentos no futuro.




A cada dia que passa, mais essas pessoas que provocam,  acham que tratando o outro com ridicularizações públicas, desprezo e sarcasmo, irão ser melhores do que eles em algum aspecto.
Quem aqui nunca sofreu bullying? Por qualquer motivo que fosse? Ficarei muito feliz se souber que muitos de vocês pensaram "Não, eu nunca sofri." Por que eu sim, e no meu caso, o bullying me fez ter forças para mudar pra melhor, pra mostrar a todos eles que eu poderia ser do jeito que eu quisesse e quando quisesse, mas nem com todos é assim.

• Você já parou pra pensar em quantas vezes aquele carinha que estudava com você e você vivia dizendo que era feio e irritante, tentou fazer de tudo para te agradar e pra se sentir bem com sua aparência? Pra fazer você gostar dele?

• Já parou pra pensar que aquela menina gordinha que foi a mais zoada da escola por estar acima do peso, pode, no futuro, ser a mulher que ficou anoréxica por tentar agradar os que estavam a sua volta e àquele menino que ela gostava, da única maneira desesperadamente incorreta que ela encontrou?

• Já parou pra pensar que aquela menina que todos os meninos chamavam de feia, chegava em casa todos os dias chorando? Que ela passava horas e horas em frente ao espelho pensando no que e como poderia mudar para fazer com que as pessoas a achassem bonita?

• Já parou pra pensar que aquele menino que gostava de meninos e você ria e debochava dele na frente de todos, chegava em casa e tinha vergonha de si mesmo por mais que não mostrasse isso em público?



Se nunca parou pra pensar nisso então pare e veja a verdade dos fatos: 

• Aquele menino que era feio e irritante e que tentava te agradar é o cara legal que hoje em dia todas as meninas procuram e não encontram por que a maioria delas só se importa com a capa do livro. ELE é único e especial. E ele tem o mesmo direito que você tem de ser respeitado.

• Aquela menina gordinha que hoje em dia é anoréxica por que a mídia mostrou que ela tinha que ser magra, por que as revistas mostraram que ela tinha que ser magra e por que você a fez chorar por não ser magra, pode ser uma pessoa maravilhosa por dentro, e só isso já faz com que ela seja mil vezes melhor do que qualquer pessoa que acha que pra ser respeitada e amada, você tem que estar dentro dos parâmetros  estabelecidos pela hipocrisia da sociedade. ELA é única e especial. E ela tem o mesmo direito que você tem de ser respeitada.

• Aquela menina feia que você zoava, ela que ia te dar todo o amor e carinho que você precisasse no mundo. Mas ela não deu por que você não deixava ela mostrar a beleza do seu sorriso e dos seus sentimentos enquanto apontava seus defeitos. ELA é única e especial. E ela tem o mesmo direito que você tem de ser respeitada.

• Aquele menino cuja opção sexual é oposta à dos outros não é um "gayzinho" "frutinha" "marica" ou seja lá qual for o apelido rídiculo que inventarem. Ele é homossexual sim, e como todos os outros acima citados, é único e especial. E ele tem o mesmo direito que você tem de ser respeitado.

Tenho certeza de que muitos de vocês se viram dentro disso, ou como o provocador, ou como o que foi provocado, só espero que isto sirva de lição para todos nós, para que a gente entenda que o ser humano deve ser respeitado independente de nacionalidade, sexo, cor, opção sexual, estilo, etc. 
Somos todos iguais, somos todos únicos e especiais.
E caso alguém pense que eu esteja errada dizendo isso, vamos então aprender a ser seres humanos melhores, a conviver em harmonia com as outras pessoas e a respeitar as diferenças.



2 comentários:

  1. Meninas adorei o blog!!
    Achei o link lá no flogão xD
    Eu sou a Fiorella Boo, te add lá!

    Visita o meu também?

    www.superlindamake.com

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post. Estou escrevendo uma história que fala sobre o Bullying e a anorexia, dois problemas seríssimos.
    http://acoldheartwillmelt.blogspot.com.br/
    Por favor leiam e se gostarem comentem.
    Adorei o blog. (:

    ResponderExcluir